domingo, 23 de novembro de 2014
DME - Cuidados para sua saúde
CRM
e-mail
senha

É preciso preencher/cadastrar os dados acima para acesso.

DME
LeituraDiminuir letraAumentar letra Versão para Impressão Indicar

Patologias do Cotovelo

A tendinite de cotovelo (processo inflamatório do tendão que se insere na região do cotovelo) possue em esportes como o tênis, o golfe, o beisebol, o squash e o boliche, seu publico alvo.

TENIS ELBOW - conhecida também como epicondilite de tenista ou epicondilite lateral, via de regra, é resultante de movimentação errada. No tênis, ocorre quando do backhand ou revés errado (movimento travado), podendo ainda ocorrer por encordoamento inadequado da raquete, mal empunhadura da mesma ou calibre errado do cabo (grip).

O diagnóstico desta alteração é eminentemente clínico e baseia-se tanto na história quanto no exame clínico, podendo, às vezes, ser o complementado por um estudo ultrasonográfico.
Por se manifestar como uma alteração inflamatória que envolve o tendão da musculatura extensora comum dos dedos e do punho, em sua fase aguda é ela bastante incapacitante, visto que, esta musculatura, participa de praticamente todos os movimentos de MMSS (membros superiores) durante o dia a dia. Atividades simples tais como escovar os dentes, pegar uma xícara de café, carregar uma pasta, abrir uma maçaneta de porta, escrever, pentear os cabelos, utilizam estes grupos musculares.

Esta mesma patologia acomete outros grupos como os jogadores de boliche, as donas de casa que têm por hábito torcer roupas pesadas, jogadores de pebollin, eletricistas, mecânicos etc.:

Por ser uma patologia secundária à um esforço anormal, seu tratamento se apóia, primeiramente, no repouso dos grupos musculares acometidos, seguido de métodos antiinflamatórios e de uma faixa de descarga cuja finalidade é diminuir a alavanca na origem dos tendões acometidos

EPITROCLEITE - conhecida também como tendinite de golfista, acomete ela a face interna do cotovelo (epitróclea).
É ela resultante de esforços como o de segurar o taco com muita força, movimento anormal de swing, impacto quando o taco atinge ao mesmo tempo a bola e o solo ou da repetição excessiva de jogadas para sair de um "stand trap". O tendão que está acometido nesta alteração é o da musculatura flexora dos dedos e do punho na sua inserção no cotovelo.

Esta mesma doença acomete também jogadores de baiseball, sendo que neste caso resulta ela de movimentos travados e executados fora do eixo completo. Seu tratamento é idêntico ao anterior, sendo importante para a não recidiva da doença a correção do movimento e fortalecimento dos tendões dos músculos envolvidos.

Por serem patologias inflamatórias, o uso de antiinflamatórios na fase inicial da doença é de grande utilidade, com preferência para aqueles inibidores específicos da COX 2.

Como prevenir estas doenças

  1. Não se deixe levar pelo entusiasmo e não comece a praticar um esporte sem orientação adequada.
  2. Para os mais idosos, que por sua vez possuem um sistema músculo esquelético mais rígido, sugerimos que iniciem a pratica do esporte com aulas ministradas por um professor competente.
  3. Escolha um material dimensionado ao seu biotipo.
  4. Só inicie a pratica esportiva após aquecimento adequado.
  5. Ao sinal de cansaço faça pausas de repouso ou mesmo interrompa a atividade.
  6. Faça um programa de treinamento adequado e dimensionado para a sua idade.
  7. Ao primeiro sinal de dor e dificuldade, procure um especialista gabaritado.
  8. Não tenha pressa de voltar à atividade até a resolução do processo.

A saúde é sempre um bem maior.

Dr. Antonio Carlos Novaes (Reumatologista)
Assistente Estrangeiro da Fac. de Med. de Paris


Todos os direitos reserevados - Proibida a Reprodução Parcial ou Total
Projeto NG Sites